Eu não acredito que exista algum jeito de desamar. Não acho que exista esse botãozinho que, quando acionado, alguém que um dia a gente amou passa a ser um desconhecido que a gente nem cumprimenta quando cruza na rua. Eu acho, no entanto, que a gente deseja tanto que aconteça o tal amor, que acaba inventando, confundindo e chamando assim relacionamentos que incluem sexo, amizade, ciúme, paixão…tudo isso que desaparece com a rotina, com a distância, com o tempo.

Passei muitos anos achando que o amor, essa coisa que os poetas e escritores enfiaram na nossa cabeça que é imortal, atemporal e absoluto, era mentira. E não é. Pelo menos, não completamente. Talvez, o amor romântico seja uma mentira, mas o amor, esse é o que existe de mais concreto nessa vida. Amor da família, dos amigos, e o tal amor da vida, aquele que chegou disfarçado de romance, bagunçou a cama e o coração, e foi embora deixando lágrimas nos olhos. Talvez, esse amor vire apenas uma boa lembrança, uma boa amizade, um carinho. E talvez ele seja amor de verdade, desses que mesmo após anos sem contato, a gente reconhece de longe, no meio de uma multidão. Ele pode ter mudado o estilo de se vestir, o corte de cabelo, os amigos, a postura, ter deixado a barba crescer, mas a gente reconhece de longe e sem óculos, e sabe que foi amor. E continua sendo.

Os poetas estavam certos quando disseram que o amor resiste ao tempo e a distância. Só esqueceram de nos contar que o amor não é suficiente para manter juntas vidas que não se encaixam. Talvez exista o tal destino, e ele trate disso mais tarde. E se não tratar, ao menos posso garantir que o tal amor da vida existe, e é aquele que não precisa ser lembrado porque nunca é esquecido. O amor da vida, a gente reconhece.

Algumas pessoas podem amar-te mais em um ano do que outras poderiam te amar em cinquenta anos. Algumas pessoas podem ensinar-te mais em um único dia do que outras durante toda a sua vida. E quem somos nós para chamar essas pessoas de algo que não seja ‘amores de nossas vidas’?” (Heidi Priebe)

Anúncios